pintura de Isabel Ferreira Alves


“Sempre coerente desde o início na natureza da sua pintura até ao presente, na obra de Isabel Ferreira Alves estamos perante imagens do Absoluto. Uma arte em que o Tempo pára. Uma arte primeva. Com ela e com a sua linguagem de espaço e cor, formas e textura, de temperaturas e odor e de dinâmicas de intensidade, regressamos ao Paleolítico e ainda antes. Regressamos a nós mesmos. Regressamos ao mais distante e estrutural Passado que encontramos hoje em nós. Encontramos o Aberto.”
Nelson Quinhones - compositor

1 comentário

Mensagens populares