quatro anos na editora Labirinto

escrevo para a editora Labirinto há já quatro anos. Entrei por convite de Isabel Ferreira Alves e Pompeu Miguel Martins, e de lá para cá a editora cresceu e ganhou corpo junto dos leitores que não dispensam as novidades editoriais que crescem de dia para dia. É uma editora séria e de grande qualidade, que aposta, antes de mais, numa exigência de marca, que deseja preencher a grande lacuna editorial, ao procurar um mercado colateral que visa promover, essencialmente, os novos valores da nossa literatura.
Segundo João Artur Pinto, todos os dias chegam à Labirinto vários textos de apreço e encomendas de obras que dificilmente os nossos leitores encontrariam em outras editoras ou livrarias que "vendem livros como se fossem sabonetes”.
Basta olhar para o site da editora para encontrarmos a grande aposta em livros marginais ao próprio espírito economicista que toma conta do mercado livresco.

A editora Labirinto conta já com várias obras destacadas e premiadas pela crítica e tem editado em vários géneros, como: educação, poesia, prosa, infanto-juvenil, texto dramático

para saber mais: http://editoralabirinto.no.sapo.pt

Enviar um comentário

Mensagens populares