Espiritos Elementares

Paulo Gaspar Ferreira
conheço Paulo Gaspar Ferreira de uma forma curiosa, após ter afixado neste espaço uma fotografia anónima de Ramos Rosa, retirada das tão serviçais imagens do Google, Gisela Rosa informou-me da autoria da mesma. Através de Gisela, cheguei a Paulo Gaspar Ferreira. Sou um visitante da sua página pessoal, revelo um apreço inexplicável pelas imagens que fazem jus à crença de algumas tribos de que a fotografia lhes roubava a alma. De facto, na fotografia de PGF não se encontram imagens, mas almas pausadas num estado levitativo entre o espaço e o tempo, aqui corporizados pelo preto e branco. Não importa a luz do gesto, mas as transmutações geradas por ele e os reflexos, ou sombras, que geram formas incompreensíveis de um novo corpo dentro do corpo. Entre colagens e pequenos tubos, ou janelas, de visualização que estratificam a nossa percepção do mundo, a natureza diversifica-se e obtém novos ângulos de alteração corporal.
Agora, não precisamos ver essas fotografias, apenas na sua página: “Espíritos Elementares” será a mais recente exposição de fotografia de Paulo Gaspar Ferreira, a ter lugar no próximo dia 20 de Maio - Sábado - pelas 17h.30m. na Sala de Exposições Temporárias do Museu Municipal Amadeo de Souza-Cardoso. A Exposição estará patente até ao próximo dia 18 de Junho de 2006. Trata-se de um trabalho constituído por fotografias de pequenos fragmentos de algas do mar que, juntas com poesia, acabaram por constituir esta exposição.

Acompanham estas imagens as poesias inéditas de
Nuno Júdice, Yao Jinming, Ana Hatherly, António Ramos Rosa, Casimiro de Brito, Paulo Teixeira, Luís Quintais, Albano Martins, Richard Burns, Ana Marques Gastão, Ban’ya Natsuishi, João Rui de Sousa, Fernando Guimarães, Fernando Echevarria, E. M. de Melo e Castro, Rosa Alice Branco, Maria Teresa Horta...

Enviar um comentário

Mensagens populares