alimentam-se dois pintores
da tonalidade fraca de uma luz sobre a imagem de dois frutos

o primeiro, mais a direita, desenha pêssegos
o segundo, mais afastado, limões

por não se entenderem
acendem o espaço
e vêem duas laranjas

desiludidos pelo engodo, descascam e comem
gomo a gomo o que afinal não pintaram

Carlos Vaz
Enviar um comentário

Mensagens populares