conheci o poeta João Ricardo Lopes há sete anos, durante um jantar em homenagem a Sebastião Alba e que já aqui tive a oportunidade de falar. De lá para cá, estreitou-se a amizade e partilha das palavras com este amigo e poeta que acompanho com toda a admiração. A sua obra já dispensa apresentação, livros belíssimos como: a pedra que chora como palavras; além do dia hoje; contra o esquecimento das mãos; dias desiguais, etc.
Pois bem, a partir de agora também podem ler os textos deste autor através do blog que o mesmo construiu para nós, com o mesmo título da sua última obra publicada DIAS DESIGUAIS - um lugar onde as palavras moram e que poderão visitar através dos links de AS CASAS DE AFECTO ou clicando aqui.
Pelo que vi, graças à qualidade dos textos, já se tornou num lugar imperdível e que terá a minha visita diária
Enviar um comentário

Mensagens populares