José M. Rodrigues, Janela

na proposta anterior no espaço de a Janela do Fundo, três escolhas: o contrabaixista Carlos Bica, que dispensa apresentações, com o seu trio Azul (com Jim Black e Frank Möbus). De Carlos Bica a salientar os seus excelentes solos com o seu contrabaixo, um dos meus instrumentos de eleição.
Outra proposta musical, Penguin Orchestra. Como já tive aqui oportunidade de vos revelar, tenho uma fixação por algumas melodias minimalistas, originada pela circularidade sonora dos temas. Penguin Orchestra não trabalha a repetição sonora, mas sim a circularidade de sons que dão à musica uma característica acústica sempre semelhante a si própria, apesar de nunca igual, pois os instrumentos marcam a individualidade em cada jogo instrumental.
Por último, um grupo que com certeza estará, com maior frequência, no espaço de a Janela do Fundo, falo-vos de Iron & Wine, o nome artístico pensado pelo norte-americano Sam Bean, um grupo que descobri por um acaso, uma música calma que me tem acompanhado no carro e no mp3. Em Iron & Wine, Sam produz o seu próprio estilo sem procurar agradar as editoras, já que ele escreve, toca, grava e produz cada tema dos álbuns num estúdio caseiro. Este projecto de Sam Bean faz-me lembrar as vozes de Crosby, Stills, Nash & Young que ainda preservo em vinil. Na verdade, detesto música country, mas estas melodias de S. Bean apresentam-se como country alternativo ou folk progressivo. Realmente, por entre o arranjo melodioso das vozes, ouvem-se passagens acústicas de guitarras e banjo. Sem dúvida, Iron & Wine se tornou num dos grupos que preenchem o espaço da casa.
Sobre as novas propostas falar-vos-ei num próximo post
Enviar um comentário

Mensagens populares