Textos Mais Lidos

Outras Casas

Frase

Em breve...

Seguir por Email

Textualinos

Pesquisar neste blogue

Comentários

Recent Comments Widget for Blogger With Avatar For Blogger by Beautiful Blogger Widgets

 

 

+

 

O SERVIÇO PÚBLICO E AS PEQUENAS EDITORAS


li, recentemente, um artigo de António Guerreiro, na Revista Expresso Actual, sobre a notícia de que o ex-administrador da TVI, Miguel Pais do Amaral, para além da Texto Editores que já adquiriu, está a negociar a compra de outras editoras, entre as quais: Asa, Caminho, Plátano, Pergaminho e Gailivro.
Segundo A.G. há cada vez mais uma maior concentração do sector em grandes grupos e perda de fisionomia cultural; uma homogeneização da produção editorial, colocando-a em concorrência com as grandes indústrias de entretenimento; etc.
De facto, basta percorrermos os escaparates de várias livrarias para nos apercebermos que, uma atrás de outra, apresentam uma enorme plastificação literária.
Não vejo esta homogeneização com pessimismo, pelo contrário. Penso que a produção do "Mesmo", tem aberto um espaço às pequenas editoras, que encontram por entre as "farturas", enormes lugares de enjoo.
Há dias dizia-me um amigo: as pequenas editoras são as únicas que estão a fazer serviço público em Portugal. Com a homogeneização das grandes editoras, há cada vez mais pequenas a fazer um óptimo serviço público, como por exemplo: Labirinto, Ópera Omnia, Objecto Cardíaco, Livros de Areia, etc...

0 comentários:

 

Um milhão de visitas

Este blog foi fundado em 13/01/05. Ao longo destes 8 anos passou um milhão de olhares pelos artigos e frases que aqui diariamente coloco. Já foi alvo de referência de vários órgãos de comunicação social, bem como de centenas de blogs e sites que visito ainda hoje com algum afecto. A todos um muito obrigado.

Contacto

vaz.correio@gmail.com