O ROMANCE NÃO SERVE PARA NADA

fragmentos de um podcast
C.V. Marques: “Para que serve um romance?”

A. Lobo Antunes: “o romance não serve para nada (…) um romance pode servir como ilusão, distracção, como aprendizagem, mas finalmente perante as coisas decisivas da vida a importância da leitura é muito relativa (...) Gostaria que os livros fossem apanhados como doenças (…) apanhar a doença quer dizer que necessitam os livros de uma partilha vital, como se estivéssemos os dois num líquido amniótico, como se fossemos gémeos no mesmo útero, o leitor e o livro. No fundo os livros que eu gosto são aqueles que eu tenho a sensação que foram escritos só para mim”
in Pessoal e Transmissível, TSF
1 comentário

Mensagens populares