UM MUSEU É OUTRA PRAIA

sou um visitante crítico das exposições de qualidade que têm passado pelo Museu de Arte Contemporânea em Serralves: lá descobri Gigo, desfrutei Bacon, revi Paula Rego, etc., neste mês de férias, estarei com certeza nas novas propostas do espaço, que são: a escultura com papel e cartão combinados com pedra e aço de Harald Klingelhöller; a escultura, o som, a fotografia e o vídeo, partindo sempre de enunciados linguísticos de Luísa Cunha; François Dufrêne, um dos artistas mais relevantes do contexto francês do pós-guerra; e ainda a colecção de fotografia da Fundação de Serralves “entrar na obra, estar no mundo” e, por último, a exposição auto retratos em forma de livro.
Depois visitarei ainda as obras de Dali no Palácio do Freixo e as pequenas exposições da minha querida galeria Cooperativa Árvore. Um mês de férias bem repleto de arte, um outro sol para a minha praia
1 comentário

Mensagens populares