OS JARDINS DE PRAGA TÊM POESIA (diário de uma viagem iii)

na praça Carlos, Cidade Nova, parámos num jardim repleto de folhas de Outono, principalmente de plátanos, que abundam um pouco por toda a cidade de Praga. Nesse jardim rodeado de canteiros, relvados e fontes está uma pequena estátua da poetisa Eliska Krasnohorska, século XIX, que escreveu, essencialmente, libretos para as óperas de Smetana. Aí foram lidos alguns poemas da autora por escritores checos. Confesso que nada percebi, mas encantou, o momento por si só foi poético
Enviar um comentário

Mensagens populares