Textos Mais Lidos

Outras Casas

Frase

Em breve...

Seguir por Email

Textualinos

Pesquisar neste blogue

Comentários

Recent Comments Widget for Blogger With Avatar For Blogger by Beautiful Blogger Widgets

 

 

+

 

A COISA CRÓNICA (haverá vida para além do trabalho?!)

no instaurado puritanismo dos cargos de chefia da sociedade ocidental, há algo que não suporto, a imposta e exigente caça aos que ainda pensam que possa existir vida para além do trabalho, vida incompatível com a exigente mostarda no nariz laboral, com o faz de conta da papelada e dos estúpidos dossiers e portefólios, que estão tão na moda, para se poder mostrar à sociedade que é gente e sabe cumprir objectivos estonteantes e puramente estatísticos. Não sou um devoto da preguiça ou da irresponsabilidade, mas não gosto de trabalho-dependentes que chegam a cargos de chefia, prefiro sempre dar-me com os desleixados-profissionais (aqui me refiro àquele que encontra sempre a ordem na sua própria desordem). O desleixado-profissional aponta num guardanapo ou risca na mão para se recordar, e estes utensílios são a sua agenda tecnológica, geralmente não usa relógio e chega sempre atrasado às reuniões; o trabalho-dependente é uma chato estrondosamente aborrecido, usa agendas devidamente vincadas, entrega esquemas e grelhas em Excel, chega sempre a tempo às reuniões. Normalmente, este último tem um ódio profundo ao desleixado-profissional por entender que este recebe o mesmo vencimento e no fundo apresenta o trabalho exigido sempre feito, embora esteticamente pouco apresentável. Por sua vez, o desleixado-profissional tem um óptimo inter-relacionamento com os colegas e todos se riem com as as suas piadas, enquanto o trabalho-dependente é extremamente aborrecido e só fala das coisas do escritório, e todos fogem dele por ser um "secas". o DP gosta de sair com os amigos e tomar umas "bejecas", divertir-se com a família, chegar a casa cedo, enquanto o TD não.

Nos últimos anos, o local de trabalho tem mudado muito, e é um facto que os desleixados-profissionais são cada vez menos... infelizmente uma espécie em via de extinção, por isso os locais de trabalho têm se tornado cada vez mais aborrecidos e os dias no escritório tornaram-se longos e monótonos, cheios de papéis e pastas de arquivo. Cada vez há mais chefões, chefes e chefinhos, cada vez há mais gráficos e agendas. A sociedade está toda industrialmente achinesada. Os desleixados são agora seres que vivem num outro mundo, no mundo das costas da mão
 

Um milhão de visitas

Este blog foi fundado em 13/01/05. Ao longo destes 8 anos passou um milhão de olhares pelos artigos e frases que aqui diariamente coloco. Já foi alvo de referência de vários órgãos de comunicação social, bem como de centenas de blogs e sites que visito ainda hoje com algum afecto. A todos um muito obrigado.

Contacto

vaz.correio@gmail.com