Qualquer coisa funciona para Woody

e funcionou mesmo
Whatever Works, o mais recente filme de Woody Allen, uma comédia sobre o significado e sentido da vida daqueles que não acreditam no destino, mas na teoria de que devemos construir o caminho ao andar, como diz o poeta, ou seja, um pouco "ao calhas". "Qualquer coisa funciona" de facto nesta história, até mesmo o estranho monólogo do professor de xadrez , da tela para o público que só ele vê, um professor que estranhamente tem tudo menos paciência para ensinar os seus jovens alunos, personagem transversal aqui interpretada pelo fabuloso Larry David.
Na caótica forma de estar e contar uma história, aqui e ali, verificamos que, na verdade, qualquer coisa funciona na vida e, afinal, se pensarmos bem, não vale a pena procurar sentidos, apenas ir na corrente até que os mosaicos da vida nos encontrem. Na realidade, esta é a história de um filme que pretende mais o monólogo interior de quem verdadeiramente sabe o que é a maturidade de vida, do que propriamente significados filosóficos de uma história cinematográfica para entreter
Enviar um comentário

Mensagens populares